sábado, 9 de julho de 2011

Opostos


Ela sempre foi a mais baixa da sala na escola. Ele tem dificuldades em encontrar tênis tamanho 43. O prato preferido dela é lasanha. Ele, se pudesse, almoçava comida japonesa todos os dias. Ele acha que todo mundo tem que assistir O Poderoso Chefão ao menos uma vez na vida e ela vai ao cinema quando tem qualquer filme com o Johnny Depp. Ele está para concluir o mestrado em Economia e Finanças e ela cursa Publicidade em uma particular não muito bem vista na cidade.

Ele tem duas camisas do Black Sabbath. O sonho dela é ir a um show do Jeito Moleque. Ele está juntando dinheiro para conhecer Machu Picchu e a melhor viagem da vida dela foi um Réveillon em Cabo Frio. Ele se diverte com as crônicas do Veríssimo e ela está lendo o último livro do Harry Potter. Ela tem um pôster do Atlético campeão mineiro de 99 guardado e diz que se pudesse casaria com o Marques, o Guilherme e o Valdir. Ele prefere tênis.

Ela gosta de homens com barba. Já ele, acha que coça demais. Ele prefere morenas. Ela pintou o cabelo de uma cor meio castanha. O sobrenome dele é Silva e o dela é algo polonês, difícil de falar. Ele bebe Jack Daniel’s e ela sempre pede caipirinha. Ele frequenta bares. Ela, boates. Ela terminou o último namoro porque o cara era ciumento demais. O último relacionamento dele acabou porque não estava mais bom. Ela é de Touro e ele acha que esse negócio de signo não tem nada a ver.

Ele fuma Carlton. Ela tem um Renault. Ele ainda mora com os pais. Ela tem dois graus de miopia. Ele nasceu sem os dentes do siso. Ela não gosta de circo. Ele tem saudades do Rex, seu primeiro cachorro. Ela tem um vestido xadrez esquisito. Ele foi o último da turma a comprar celular. Ela segue o Rafinha Bastos no Twitter porque acha engraçado.

Eles um dia se encontraram sem querer. E conversaram muito mesmo pra tentar se conhecer.

Mas não rolou nada. Eles são diferentes demais. E hoje um nem lembra mais que o outro existe.

8 comentários:

Régis André disse...

Calton, 43, 2 graus de miopia, economia e finanças.
Pq vc tá escrevendo sobre eu e meu amor q nunca vai acontecer? =P

ArianaPavan disse...

HAHAHAHAHAHAHAHAHA!

FANTÁSTICO!
gostei num tanto, uli!

ThiagoFC disse...

Bom texto. Excelente conclusão.

João disse...

Reality bites

Maicou disse...

hahahahahah, gostei do texto, principalmente de um mini Arlindo nos últimos parágrafos...

Pedro Bel disse...

hUAhaUhaua...verdade...esse trem de diferença funciona bem no cinema!

Fabi disse...

De qualquer forma vale ressaltar que os dispostos se atraem. Mas ai cairia no óbvio né? rs ;)

Muito bom!!!

Tássia Peixoto disse...

A D O R O teus textos, mas os comentarios tb são bons, os completam... rs. Bjk, moço.