quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Viçosa viçosa




Você sabe exatamente o que significa “viçoso”? Em uma rápida pesquisa pelos dicionários, é possível coletar definições como “coberto de verdura, de vegetação exuberante”, “que está no pleno vigor da sua beleza vegetal” e “cheio de vigor, de força, de mocidade”. Quer dizer então que, em bom português, uma cidade viçosa é um local bonito, certo? Se estivermos falando do mesmo lugar, é muito mais do que isso.

Viçosa é uma cidade que se desenvolve acompanhando avanços acadêmicos. A Universidade Federal de Viçosa, a UFV, verdade seja dita, quase sempre é a última opção de quem quer cursar uma graduação. Muitos chegam pensando em sair, tentar a sorte em uma faculdade de cidade maior. Mal sabem o quanto vão se apaixonar por esse pequeno fim de mundo.

Em Viçosa aportam pessoas de todos os cantos do universo. E por lá se ouvem todos os sotaques, o que já sugere brincadeiras entre os colegas. Do “r” dos paulistas ao cantado dos baianos, passando pelo “s” dos cariocas e o português diferente dos africanos, conhece-se gente de todas as culturas. E faz-se todo tipo de amizades entre idas e vindas ao PVA e ao PVB, entre horas de estudo (e cochilos) na biblioteca, entre tardes de conversa fiada (e cochilos) no gramado do DCE.

Se você passar um tempo por lá, são esses amigos que estarão ao seu lado nas milhares de festas. São eles que vão te ajudar a entender as matérias que não entram na sua cabeça, colocar seu nome nos trabalhos quando você faltar, vão rir e cuidar de você bêbado e te acompanhar ao Hospital São Sebastião quando você estiver mal. Eles vão te ouvir chorar quando você terminar um namoro. E estar com você em alguma balada no outro dia levantando seu astral. Serão suas mães, pais e irmãos por alguns anos e seus melhores amigos pra vida inteira.

Viçosa talvez seja o último lugar do mundo onde as pessoas andam de chinelos pelas ruas. Onde a bicicleta ainda é o meio de transporte mais utilizado. A vida por lá é muito mais simples. Onde as festas custam barato.

E que tal esperar todo o semestre por uma festa na lama? A Cervejada, marca registrada de Viçosa, é, provavelmente, a coisa mais singular desse lugar único. Uma balada à tarde, em meio ao barro, em que se veste cuidadosamente a pior roupa, que dificilmente vai ser usada de novo. Só quem já foi sabe que a diversão é mais do que certa, mesmo você voltando pra casa bonito como um monstro do pântano, carregando mato em todos os cantinhos do corpo e sabendo que vai achar lama na orelha por uma semana. Fora as escoriações pelas pernas e braços. E como vale a pena!

Lá, todo mundo tem um bar favorito. E no Leão não tem como não se sentir em casa. Há bêbados nas ruas aos montes e dá pra ficar amigo de boa parte deles. Tem uma marcha estudantil que carrega protestos e folia. Que se desdobrou em uma micareta de nível nacional e em uma festa em que a galera fica mais louca que a Liga da Justiça inteira.

A UFV é linda. As quatro pilastras são como um portal para um universo paralelo. A reta arborizada toca de leve a alma de quem caminha até os prédios. O Recanto das Cigarras é o orgulho maior de todo estudante, onde se levam amigos e parentes de fora para mostrar a maravilha que é estar em Viçosa. O RU pode não ter a melhor comida do mundo, mas salva a vida de muita gente por um preço módico. E é um excelente local para se esbarrar com todos da universidade – companhia para almoçar nunca falta. Há um campeonato de futsal entre os cursos que mexe com o coração da galera. E uma lagoa poluída que, em ocasiões especiais, serve para nadar. Em Viçosa agroboys, nerds, bichos-grilos e patricinhas convivem pacificamente. Até na mesma república, se for o caso.

A foto com os formandos em frente ao Bernardão (para quem consegue acordar cedo no dia, claro) é um espetáculo à parte. Ver seu nome e foto em uma página do livro de biografias com sua história na cidade é muito bacana. E, para coroar a estadia nessa terra encantada, fecha-se o ciclo com o maior baile de formatura que se tem notícia nas galáxias. O mais luxuoso, o mais animado, o melhor do mundo. Aquele em que, de tão grande, três anos depois quem foi ainda vai descobrir atrações que não viu. E, cá entre nós, ver a UFV no topo todo ano quando sai o ranking das melhores universidades do Brasil dá um orgulho!

Na despedida de Viçosa, é bem possível que você ache que nunca mais vai ser tão feliz como lá. E você vai estar certo. É que lá tudo é diferente. Serão os melhores anos da sua vida, você vai conhecer as melhores pessoas e a saudade de tudo vai bater todos os dias, em alguns mais fortes do que outros. Então agradeça a Deus por ter sido escolhido por ele para viver, por um tempo que seja, no paraíso. Sempre que puder, volte à cidade “cheia de vigor, de força, de mocidade”. Você vai conhecer mais gente encantadora e rever muitos dos guerreiros das antigas. Aí é só calçar um par de chinelos e abrir uma cerveja. Se tiver uma pocinha de lama por perto, melhor ainda.

96 comentários:

ArianaPavan disse...

quase chorei, bacana...
emoção à flor da pele.

uma saudade que não dá nem pra calcular. quer dizer, uma não... várias!

Luiza disse...

Pô Ulisses!

Assim cê aperta meu coração! Um aperto bom e ruim ao mesmo tempo porque é de saudade. Nunca vi palavrinha/sentimento mais ardiloso! Dói e reconforta...

"A gente era feliz e sabia"

Orgulho, gratidão por ter vivido 4 anos maravilhosos nessa terra com gente tão bacana! Nunca mais...agora é outra geração que tá lá aproveitando!

Mas o mais legal é que embora a estadia tenha sido uma passagem, o que Viçosa deu pra gente é pra sempre.

Saudades, cara!

Camila disse...

Noh, véio!
Ri, me emocionei e a saudade de Viçosa apertou mais que o normal. Saudade de morar perto de todos os meus amigos, que estão tão distantes.
Saudade demais!
Adorei o texto, Ulisses... me fez relembrar um pouco do gostinho de Viçosa.

Kamila Bhering disse...

Sem palavras.. Falou tudo!
Ainda nao acabou meu tempo, mas cada vez que vai ficando mais próximo eu tenho mais ideia do que vai ser essa "despedida"!

Viçosa simplesmente não tem igual!

Anelisy Lima disse...

Apesar de nem te conhecer, traduziu tudo o que foi e ainda é Viçosa pra mim. Parbéns pelas palavras!

. disse...

Parabens muito bem escrito e emocionante,mesmo para quem não faz parte da UFV

Sabrina disse...

Caramba! Emocionante...
Parabéns por ter encontrado as palavras certas que com certeza tocarão o coração de qualquero UFVeano!!!

Gisele Toma disse...

Nossa, eu nem gosto muito de Viçosa, mas depois desse texto, até que a cidade parece mais simpática.


Parabéns pelo texto. Super bem escrito, raridade hoje em dia!!

sayid disse...

Do caraleo!!! Isso é Viçosa....sempre Viciosa!!!! Aconchegante e animal....td ao seu tempo, td no seu lugar...td junto e misturado!!! Parabéns pelas palavras!!!

Liv disse...

Estou me despedindo de viçosa e chorei mto lendo seu texto.
É tudo isso mesmo q vc disse. E mais um pouco. Impossivel descrever viçosa em poucas linhas. Impossivel!
Foram sem duvidas os melhores 5 anos q ja vivi!
Viçosa é eterna e ficara guardada pra sempre no coração !

Anônimo disse...

Farei em Viçosa os melhores anos da minha vida!!!
=D

Fernando Afonso disse...

É meu querido Coala! Só quem viveu Viçosa pode ter uma lembrança tão forte e viçosa como as que foram lindamentes descritas. Vivi 1 ano e meio intensos em Viçosa e parece que foi muito mais. No início vocês me fizeram suportar Viçosa e depois ficou insuportável ficar longe dela. Coisa de querer ver as fotos dos amigos e ao mesmo tempo não querer para evitar de sentir aquela dorzinha incômoda que aperta o coração e demora pra passar, tipo essa que estou sentindo agora enquanto escrevo ou enquanto lia esse texto. E a única coisa que faz passar é reencontrar Viçosa, ainda que em Viçosa ou Mangaratiba ou Juiz de Fora ou BH ou Diamantina ou na rodoviária de Campinas ou até em Itu. Pq vcs meus amigos são a minha Viçosa, todos as ótimas lembranças que tenho desse lugar maravilhoso existem graças a vocês. Saudades demais de vocês.
Bjos

Danusa Arantes disse...

Nossa que maravilha, emocionante... Lembranças inesquecíveis. Muito bom, parabens!

maysa disse...

nossa! deveria ter deixado pra ler em casa... tô aqu no trabalho engasgada com a saudade!

parabéns pela redação incrível.

e eu que pensava que seria impossível descrever a perfeição...

iara disse...

Iara
Olá, não sou estudante, sou MÃE de estudante, quando fui deixar minha filha na UFV pensei "ela não vai ficar numa cidadezinha dessa ela adora a noite paulistana "!.Os primeiros seis meses foram os mais dificeis, mas o tempo foi passando, e ela foi se apaixonando.se apaixonando...
Esse texto mexeu muito comigo, eu fico em casa(fazendo meu papel de mãe), preocupada com as festas, as bebedeiras, mas agora entendo melhor porque ela tem tanto amor por essa cidade. Saber que minha filha vai viver tantas emoções que vão trazer amigos eternos, experiencias, estórias inacreditáveis que ela levará pra sempre na memória e no coração, nem todo mundo tem a sorte e a possibilidade de vivenciar tudo isto, então ainda preocupada e puxando a orelha dela pelo telefone, quero que ela viva tudo isto intensamente, e é claro, quero o diploma na mão no final do quinto ano.
Divirtam-se meninada, mas com juizo e responsabilidade, porque o que voces viverem aí será pra vida toda.
Um beijo grande e que DEUS ABENÇOE todos voces.

Corintiano apostolico Romano disse...

Faltou só falar dos jogos do TODO PODEROSO aos domingos.... E a subida na reta vestindo o manto após a vitória do fds ou até mesmo após a pior tristeza desse grandioso clube!! Mas o coração apertou!! Viciosaaaa!!!

Emerson Abreu disse...

Muito bem escrito, porém ta na cara que você não é nativo. Pois cada dia que passa nós nativos estamos mais excluídos da nossa UFV, por exemplo a nossa Biblioteca não podemos usar, pois não possuímos vínculo com a "nossa" UFV e pior ainda quanto custa para morarmos em nossa cidade!
É muito bom vir, aproveitar e depois "vazar" da cidade e lagar os problemas da cidade para os nativos!
Sejam mais atuantes e lutem pela Cidade que vocês que vocês tanto "AMAM" !!

Samira Calais disse...

Poxa, Didi...

Não sei nem o que dizer depois de ler esse texto.
Resume tudo, todos os sentimentos que a gente tem por aquela cidade.

E quanto mais longe a gente vai morar, mais a gente lembra, mais a gente fala da cidade, das histórias, mais a gente tem orgulho de ter vivido lá.

Aiai.. rs

Bjos,

Safs

Edivanildo disse...

Não conheço quem escreveu esse texto, mas como viçosense fico super orgulho, assim como tenho orgulho e sorte de ter nascido nessa cidade, que não é o RJ, mas é também MUITO maravilhosa. Para os estudantes, vocês não tem a noção do quanto o povo viçosense tem orgulho de ter vocês como moradores, embora que por pouco tempo. Temos o maior orgulho de contar sobre as festas que acontecem em Viçosa, sobre a nossa UFV, que é nossa, somente nossa e ao mesmo tempo é de todos, do mundo todo.

Régis André disse...

ainda tô decidindo se me emociono mais com o texto ou os comentários... é isso aí, bacana, às vezes os textos menos pretensiosos são os que mais tocam as pessoas, talvez, justamente por não abusarem de firulas linguisticas.

enfim, a ufv estará sempre aqui, a cidade estará sempre aqui, mas cada dia é uma experiência nova; cada festa, cada subida na reta, cada ida à bbt, cada namorada (segundo a definição coala) é uma aventura. e não há ninguém que voluntariamente se desfaria disso tudo. a gente vai embora porque tem que ir, mas a vontade (eu imagino) é sempre voltar.

sucesso, brother.

Anônimo disse...

Odeio Viçosa e quero que essa porcaria de cidade exploda!!!

Anônimo disse...

Muito bom!! Viçosa com certeza deixa saudades! Estou aqui desde que nasci e no meu primeiro ano de UFV não deixei de viver essa aventura que é Viçosa!! Ótimo texto, você disse o que todos que conhecem Viçosa querem dizer!!

Viviane de Carvalho disse...

Muito boa a tradução Didi.
Sempre digo que vários pedacinhos meus ficaram em Viçosa.
"A gente era feliz e sabia", por isso "a despedida de Viçosa é dolorosa". E eu continuo achando que "nunca mais vou ser tão feliz como lá". Lá eu conheci os melhores caras do mundo, que fazem uma falta danada na minha vida cotidiana, mas que estão no meu coração aonde quer que eu vá!

Anônimo disse...

Merda de cidade, Cidade feia e suja, povo feio e sem educação e onde os professores acham que são o próprio DEUS!
A única parte minha que ficou em Viçosa foi a merda que caguei por lá! LIXO DE CIDADE!!!

Anônimo disse...

Ciadezinha de bosta! Onde aquilo que é chamado de "festa" só toca o mais lixo sertanojo!!! Bando de povo sem cultura! Tomara que essa cidade exploda com todo esse povo dentro!!!

Anônimo disse...

Amo Viçosa !!
Minha avó reside nesta cidade abençoada a mais de vinte anos e sempre no final de ano,viajo pra lá.
Nunca comemorei um Natal que não fosse em minha querida Viçosa,e não pretendo mudar.
Um abraço.
Beatriz Gonçalves

Anônimo disse...

TEXTO PERFEITO! DISSE TUDO!

Anônimo disse...

Eu não gosto de Viçosa...
Não aguento mais esse povo de Viçosa aki em SP, falando o qnto Viçosa é legal...
PRE-GUI-ÇAAAAAAAAAAAAAAAAAAA

Margareth disse...

Sujo e imundo são vcs.Cagam no prato que comeram.Depois de lerem um texto tão lindo, fazem esse comentário ridículo.Porque não foram embora,idiotas.Falaram tanta besteira e não deram os nomes.

Leopoldina disse...

Parabéns pelo texto, traduziu perfeitamente o de só quem viveu Viçosa sabe o que é. Me emocionei. Tem quase 10 anos que saí de Viçosa e o sentimento é o mesmo...e vai ser assim pra sempre. Enviei pra minha turma o texto, com os créditos, ok?
Quanto aos que não gostam de Viçosa, só lamento por vocês...estão perdendo a chance de viverem os melhores anos de suas vidas e fazerem os melhores amigos do mundo!

Anônimo disse...

Palavras muito belas! Mas acho que traduzem sentimentos e vivências não apenas de um estudante da UFV, mas sim de muitos e muitos outros universitários mineiros. Mto legal.

Osmar Siqueira disse...

Caramba....vc conseguiu traduzir meus 4 anos e meio de viçosa no seu texto. Fiquei emocionado ao ler cada palavra, me fez relembrar bons tempos! Obrigado....abraços

Anônimo disse...

Emerson Abreu, infelizmente há esse embate entre "nativos" e "forasteiros", que chegam em Viçosa, aproveitam e depois vazam, segundo você, largando os problemas para os nativos... Entretanto, a questão dos problemas de Viçosa vai além dos forasteiros... Passa por uma no mínimo razoável escolha de prefeitos e vereadores, inclusive... E Viçosa precisa avance MUITO nesse ponto... Sempre são os mesmos que governam e governam para um pequeno grupo... Não sei como conseguiram eleger o Raimundão da Violeira!!! Foi uma quebra de paradigmas... Mas que foi cassado... Outro ponto que precisa mudar a mentalidade dos "nativos" e a forma com que veem a UFV... Muitos sequer sabem o que é a UFV ou a conhecem... Será culpa de quem? Fica o questionamento! Morei 10 anos em Viçosa e sempre percebi isso... Eu, como a maioria dos que estudaram na UFV, tive que ir embora. Mas eu e os vários que seguiram esse caminho, carregamos o nome da UFV e de Viçosa. Assim demonstra a história dessa grande universidade...

Anônimo disse...

Bom, eu fiquei mais feliz quando saí de Viçosa. Não digo que lá não presta e era infeliz lá, mas acho exagerado dizer que é bem melhor que qualquer outro lugar. Este a opinião do autor parece ser de alguém que conhece poucos lugares. A cidade onde nasci e fui criado é de longe bem melhor que Viçosa. Mas é minha opinião.

Anônimo disse...

VIÇOSA SUCKS!

Anônimo disse...

Viçosa um Paraíso????? Melhor lugar do Mundo???? ahauhauahuahuahauhauhauahuahuahuahauhauhauahuahuahuaauhauhauahuahuahauhauauahuahauhauhauahuahauhauhauahuahauhauahua.... deixa eu respirar... Pronto! ahuahauhauahuahuahuahauhauahuahuahauhauahuahuahauhauhauahuahuahauhauhauahuahauhauahuahuahauhaua.... ai ai... Meu caro autor, acho que você precisa viajar um pouco mais!

Elizete disse...

Que texto lindo me emocionei ao lê-lo me senti como se estivesse vivido tudo isso que foi citado sobre Viçosa porque tudo que fazem os filhos felizes os pais sentem felizes também, minha filha estudou lá e só fala maravilhas de Viçosa.

Anônimo disse...

nasci em Viçosa, e ainda moro nessa cidade LINDA, que eu amo mesmo. Ainda não estou na querida UFV, mais pretendo esta lá um dia ( se Deus quiser), não tenho planos em tentar vestibular em qualquer outra cidade, tenho uma linda aqui, perto da minha casa e família. Tenho primas em SP que não quer ficar lá, ela já disse que ela quer vir prestar o vestibular dela aqui. JURO não quero sair de Viçosa, NUNCA. amo essa cidade, que me faz tão bem, se um dia eu tiver que ir embora daqui, vai ser muito triste, e eu só saio daqui pra trabalhar, acho que vai demorar, então, tenho MUITO ainda que curtir nessa cidade. E pra quem simplesmente não gosta, beleza é a sua opinião, mais pra quem acha Viçosa um lixo, uma cidade suja, que se foda. Acha isso, não vem aqui, não é obrigado a gosta, mais acho que tem que ter um pouco de ética e respeitar.

Leopoldo Serão disse...

Sou PAI de estudante que "VIVEU" 7 anos em Viçosa. Durante o ano letivo, 5 ou 6 vezes passava um final de semana com êle. A cidade absorveu meu filho, cresceu e se tornou uma pessoa maravilhosa. Sei que tudo isso foi possível graças a este convívio estudantil , destas amizades descritas sem pai nem mãe por perto. Sinto muitas saudades das minhas estadas em Viçosa.
Hoje ele faz doutorado no exterior, mas Viçosa nos taz " muitas emoçãos" - PARABÉNS

Nina Lopes disse...

Amar uma cidade pelos momentos, emoções e pessoas memoráveis que a trajetória de alguns anos nos apresentou e nos permitiu, nada tem a ver com conhecer outros lugares, pois nem sempre os lugares mais belos reunem essa combinação de sensações e vivência sigulares. Sou grata e muito feliz pela minha história com Viçosa. Aos que não tem razões para amá-la, pelo que entendo, são livres para se expressar, mas muito além disso: para não precisar frequentá-la. Parabéns ao Ulisses por saber verbalizar nossa feliz relação, e por que não dizer próspera com a UFV. Algo comum e, paradoxalmente, tão particular são as alegrias, o carinho e a gratidão, que muitas vezes ultrapassam a vivência acadêmica, que a maioria aqui partilha. Aos contrários, cabe-nos na plenitude de nossas felizes lembranças, talvez um "sinto muito", quando não for o caso de crua indiferença.

Anônimo disse...

Estudei durante 6 anos na UFV e saí de lá há 2. Sempre volto a Viçosa, pois tenho grandes amigos que por lá ainda ficaram. Sou muito grata a tudo que vivi, mas Viçosa já deixou de ser tudo isso que o autor descreveu há muito tempo...
Viçosa mudou muito, inclusive o cust de vida. Dêem uma olhada nos alunos que andam pelo campus ou no valor dos aluguéis...
Fui muito feliz em Viçosa, mas sou bem mais agora.

Anônimo disse...

são certas essas suas palavras! e acrescentando algumas palavrasz contra o carinha logo acima que dia ser uma cidade ridicula devido ao estilo de musica escolhidas nas festas! eu lamento, pois se ele chegou a morar aqui, e não percebeu a variadas festas que tem e as variadas musicas, sim, destacam sim o sertanejo, devido o estilo do povo raiz dessa cidade, e os cursos que se destacam, agora é ignorancia da parte dele dizer que é só estilo sertanejo, isso diz eele pq ele vive no mundinho fechado dele, e nao descobriu as mais variados festa e estilo que tem aki, mesmo sendo estas festas nao tão divulgadaquanto o sertanejo, e paRabéns pelo seu texto!!

Ciro Costa disse...

Poxa Ulisses!
Só de ler esse texto quase chorei, e olha que ainda não fui embora em, faltam 2 meses!
Mas o mais impressionante é que em meio a cervejada onde todos conseguem vestir a mesma roupa e ficar idênticos (marrom), você consegue encontrar um amigo que a anos não via!
Que prazer te encontrar meu amigo!
Grande abraço e mande noticias!

Anônimo disse...

Haim que lindo seu texto...que saudade...Penso todos os dias que queria estar em Viçosa...queria estar na graduação...queria não ter que pegar duas horas de engarrafamento todos os dias depois de acordar as 5 da manhã...queria poder chegar ao meu destino em 15 minutos como era na reta e encontrar todos os amigos e conhecidos no caminho...sai de lá com tantos sonhos...hoje sonho em voltar no tempo

Anônimo disse...

Viçosa: A cidade mais feia e suja do universo!!! Viçosa fede!!!!

Leandro disse...

Muito bom...Parabéns!!!

Leticia Cocô disse...

Que delícia ler isso!

Eu morro de saudades de tudo que vivi e das pessoas que fizeram cada momento valer a pena!

E quando na cidade grande eu encontro alguém da terra mágica, preciso controlar o ímpeto de abraçar aquele que talvez eu tenha visto uma única vez andando na reta ou na aula de Física I, mas que pra mim é como se fosse um velho amigo, que compartilhou a alegria de viver na Terra do Nunca!

Tenho orgulho em dizer que não me faltarão histórias pra contar aos netos e que a maioria delas teve lugar em Viciosa!


Como não amar a cidade que me rendeu tanta coisa boa, inclusive um apelido lendário?

Bellinha disse...

Parece que voce leu a minha mente :)
Foram os melhores anos da minha vida, sem duvida alguma! Ai se eu pudesse voltar no tempo...

Rebeca disse...

Muito bom o texto e os comentários... eu infelizmente não fui fazer faculdade na UFV, nem sou mãe de nenhum estudante da UFV (ainda), mas sou FILHA de estudantes da UFV e morei em Viçosa dos 4 aos 11 anos enquanto meus pais faziam mestrado e doutorado. ´
Sou testemunha de que essas amizades feitas na UFV duram mesmo, pois meus pais até hoje se comunicam com seus amigos dessa época e inclusive, voltaram para a UFV esse ano para fazer pós-doutorado.
Mas pra mim Viçosa vai ser sempre a cidade da minha infância, dos lanches na Boca do Forno, do ballet no Núcleo, inglês no ICBEU e dos amigos de escola, e por isso, ela sempre terá um lugar mais do que especial no coração.

Anônimo disse...

Bom eu nunca fui a Viçosa,Mas tenho grandes amigos q fizeram e fazem UFV
e amam Viçosa.Essa fase de estudante é a melhor fase da vida de alguém tantas descobertas...
Adorei o texto.E da pra imaginar o quanto a cidade é linda.Parabéns ao autor e parabéns a todos q tiveram a oportunidade de estudar em uma das melhores universidades do país.

Bruna disse...

É bastante emocionante partilhar dessa saudade e perceber que, de fato, ter passado cinco anos nessa "terra do nunca" foi e será sempre uma experiência inesquecível!
Mas não vamos ter as memórias como tristeza e sim como um estímulo para seguirmos em frente!

Patricia disse...

Olha ai viçosa tb virou tema de poesia rsrs
Não há quem não goste, é o melhor fim de mundo pra se fazer graduação, mestrado, doutorado, pós doc....
Boa, muito boa.

Anônimo disse...

acho que os estudantes deveriam trasferir o titulo de eleitor e votar com consciencia pra viçosa melhorar

Nelson Gomes disse...

Nelson Gomes disse....
è tudo isto e muito mais que esta no texto desta cidade só não aproveitou quem estava dormindo ou enviado com a cabeça nos livros (CDFSSSS )mas mesmo assim aproveitaram nem que seja um pouquinho... Valeuuuuu.

Eduardo disse...

Cara, muito bom o texto do nosso amigo. Muita inspiração e organização das ideias, pois é algo q todo mundo gostaria de falar, mas não sabia como!!! Parabéns

Anônimo disse...

Viçosa: Uma favela com prédios!!!

Sérgio Titá - UFV - Info 90 disse...

Fantástico o texto. Você tentou passar em palavras o que sentimos quando estamos em Viçosa, o inexplicável, a magia, o envolvimento, a família que formamos lá.
Formei em 1994 e até hoje faço propaganda para todos. Inclusive mantemos uma turma bem legal que se encontra anualmente para matar as saudades, manter a amizade, o maior de todos os frutos cultivados nesta terrinha fantástica.
Para quem quiser saber um pouco mais desta turma, acessem sem medo o site (https://sites.google.com/site/enavi10/).
Como dizíamos, "Oh Viçosa Perereca..." quanta saudades de você.

Joao UFV 97 disse...

Show! Post que descreve muito bem quem viveu UFV, Vicosa! Massa!

Anônimo disse...

Viçosa FEDE!!!

Anônimo disse...

Viçosa é uma doce ilusão aos olhos de quem a enxerga de fora e, infelizmente, UFV/Viçosa não é o mesmo deleite para todos os que estão passando/passaram por ela, posso afirmar que existem lugares neste Brasil muito, muito, muito mais ricos em cultura, diversão e integração, segundo a minha experiência

Juliana Mendes disse...

Lindo texto. Embora não goste da cidade, acho que uma pessoa que se refere a uma cidade e seu povo de maneira tão desrespeitosa é o verdadeiro sujo, feio e sem cultura. Não gostar é uma coisa, ser ofensivo é uma tremenda falta de educação. Postar assim como anônimo é pior, é covardia. Para piorar é a mesma pessoa. Parabéns ao autor.

Flora disse...

Vocês só gostam de viçosa porque não são de lá, ficam alguns anos sem leis e vão embora. Viçosa cresce em torno da universidade e a ufv não ta nem ai, tem sua propria rede de energia e agua enquanto a cidade vive sem agua pelo excesso de moradias sem planejamento. Duvido que os estudantes conhecem a maior parte de viçosa, a regiao mais pobre, nova viçosa, buieie, etc. que nao tem estrutura pq a prefeitura gasta dinheiro com festas e shows inuteis. Viçosa não tem cultura, não tem uma sala de teatro, não tem nada! so tem tem bar e festa e todo mundo faz o que quer. Os estudantes preferem pagar R$20,R$30 ou mais pra ir em uma festa rolar na lama do que ir de graça em um concerto. Viçosa é feia, não tem estrutura, é uma vergonha! é a pior cidade do mundo! a melhor coisa que eu fiz foi sair daquela cidade podre.

ThiagoFC disse...

Dificilmente alguém que não esteve por lá vai entender a maravilha que é rolar na lama.

Bendita Terra do Nunca, onde os garotos perdidos nunca envelhecem...

Pedro disse...

Que texto bem escrito! Estudei e trabalhei em Viçosa, morando lá por 8 felizes anos. Lendo seu post, senti que você estava falando de minha vida na nossaquerida perereca...

Anônimo disse...

Viçosa é uma cidade legal!! Mas estes posts falando que quase choraram em ler esse texto...devem ser um bando de tonto, que moravam na saia dos pais em uma cidade horrivel, que quando chegaram lá pela primeira vez tomaram um porre, moraram sozinhos, não tinham que dar satisfação pro papai...resumindo, não é pra tanto!

Clara disse...

Só posso lamentar que os anônimos mal tenham tido a coragem de colocar o nome quanto a de viver cada linha do texto, na sua essência.

Sabemos o quanto a cidade de Viçosa é sim precária em estrutura, mas poucos estão cientes de que quando falamos de "Viçosa", estamos indo muito além do lugar. É a nossa experiência de vida mais intensa, mais vívida, quando fomos especialmente felizes e privilegiados em andar de chinelo e comer no RU, cumprimentando gente na fila. Parece tão simples falando, e realmente é isso que torna tudo melhor. Os amigos, cada pecinha que escolhemos e formaram nossa família pra vida toda. E já me contento em saber que existem, sim, muitas outras pessoas que sentem a mesma emoção não-dita.

É pra poucos, valeu viçosa!!

Anônimo disse...

Bacana o texto.
É uma pena que essa realidade que muitos (como eu) viveram, mudou muito...
Viçosa hoje virou uma cidade onde os carrops tomam conta de tudo, onde as festas estão cada vez mais sem sentido e onde você pode ser assaltado no meio da tarde.
Triste. Mas é verdade.

Mônica A. Barros disse...

Nossa.... confesso que chorei.Cara, vc soube escolher bem as palavras para definir Viçosa, todas as situações sitadas vivi intensamente, atualmente moro em Mariana próximo a essa cidade linda e mesmo assim a saudade é grande, ainda mais que as minhas companheiras ñ moram mais lá. Fiz amizades realmente pra vida toda. Vou repetir aki a última frase do meu convite de formatura.' Obrigado Viçosa, pelos melhores anos da minha vida.'

Anônimo disse...

POVO SEM CULTURA!!!

MOTO_SERRA_DE_PRATA disse...

Caráááácas...
Ótimo texto...
Fiz uma viagem no tempo em minha mente...
Cheguei "Fica ruiádo".. Como dizem lá em Goiás.. kkkkk

Abraços.

louco louco louco ☊ disse...

nossa como deve ser legal ae bjs

Emmanuel disse...

Arrepiei. Bacana demais! Parabéns!

FGO Assessoria Esportiva disse...

Simplesmente fantástico. Impossível nao se ver em cada descrição aki feita...obrigado pelas palavras, deu para relembrar todos os dias de viçosa! Turma de julho de 2011 nosso reencontro esta próximo. ..obrigado Viçosa..

Anônimo disse...

Tudo verdade. E mta saudade.

Anneli Gonçalves disse...

O texto traduz exatamente a vida estudantil em Viçosa. Vivi cada palavra escrita neste texto e muuuuuuuito mais! E ainda existe o tradicional baile de ex-alunos, que no meu caso será o de 10 anos de formada este mês!!

Unknown disse...

Saímos de Viçosa, mas, "Viciosa" nunca sairá da gente. Texto sensacional. Abs

Guilherme Pai disse...

Essa Viçosa não existe mais.
Deu lçugar a uma cidade horrorosa, sem limites pra especulação imobiliária, para os carros que tomam conta das ruas que antes eram dos pedestres e bicicletas, e sem lugar pro bate-papo tranquilo e pra andar sem medo.
Pena. Pena MESMO.

Unknown disse...

Mesmo com a diversidade cultural, de cursos e de origem dos estudantes, o sentimento descrito em cada detalhe do texto traduz fielmente o de todos que passamos pela Viçosa perereca. Eu, como ex-morador de alojamento, ainda posso acrescentar as diversões nas entrevistas para novos moradores, as festas proibidas nos apartamentos, as bagunças e queimas de sofás quando faltava luz, mexer com os nativos que passavam na reta...

um grande abraço a todos

railer disse...

isso aí! saudades...

Bárbara disse...

Maravilhosa cidade. Viçosa é tudo de bom e pretendo voltar para minha terrinha natal. Me espere Viçosa. Ainda voltarei. #amo#muito#tudo#isso#

Anônimo disse...

Não querendo ser chata, mas já vi muitos amigos meus compartilharem este texto e, tentando não ser cri cri, só tenho uma palavra pra ele: ingênuo. O nome do texto tinha que ser: Universidade Federal de Viçosa, ele não contempla Viçosa inteira nem um pouco. Só se levarmos em conta a perspectiva de um universitário que passa aqui 4 ou 5 anos, não transfere título, só conhece das quatro pilastras pra dentro, nunca passou da P.H. Rolfs... "Viçosa é uma cidade que se desenvolve acompanhando avanços acadêmicos" de onde saiu essa mentira?? é só uma das escritas aí... Mas ir embora de Viçosa é foda mesmo, classe média sofre, começar a trabalhar de verdade é osso enquanto tem gente que nunca deixou de trabalhar antes, durante e depois da graduação.

Anônimo disse...

Não querendo ser chata, mas já vi muitos amigos meus compartilharem este texto e, tentando não ser cri cri, só tenho uma palavra pra ele: ingênuo. O nome do texto tinha que ser: Universidade Federal de Viçosa, ele não contempla Viçosa inteira nem um pouco. Só se levarmos em conta a perspectiva de um universitário que passa aqui 4 ou 5 anos, não transfere título, só conhece das quatro pilastras pra dentro, nunca passou da P.H. Rolfs... "Viçosa é uma cidade que se desenvolve acompanhando avanços acadêmicos" de onde saiu essa mentira?? é só uma das escritas aí... Mas ir embora de Viçosa é foda mesmo, classe média sofre, começar a trabalhar de verdade é osso enquanto tem gente que nunca deixou de trabalhar antes, durante e depois da graduação.

Vicente Faria disse...

Vicente Faria.
O que importa é o tempo que se viveu em Viçosa. Tempo mais que perfeito. Quem viveu, viveu!!!!!!

Denyse Mary Hamer disse...

dá uma saudade danada do nosso tempo, tudo bem que agora as festas são outras, mas não muda em nada a vida universitária...

Anônimo disse...

"a cidade vive sem agua pelo excesso de moradias sem planejamento"
Mas aí a culpa já não é da universidade, é do prefeito da cidade. Que culpa a universidade tem se a população não sabe escolher seus representantes? E a prefeitura pode gastar dinheiro com qualquer coisa, menos com festa e show, porque isso são os estudantes que fazem, como vocês adoram ficar repetindo. Aliás, com que a prefeitura gasta o dinheiro público? Porque o São Sebastião tá lá, caindo aos pedaços, sem médicos. Acho muito fácil colocar sempre a culpa na universidade e nos seus alunos sem leis.

Anônimo disse...

Texto típico de quem só viveu dentro da UFV, conviveu só com estudantes e jamais se importou em dar bom dia ao seu vizinho nativo, ou com os problemas sociais da cidade que o acolheu. Saudosismo bonitinho, mas quem é de Viçosa e também passou pela UFV, não reconhece esse lugar tal como foi descrito.

Unknown disse...

E você bem mais.

Unknown disse...

E você bem mais.

Anônimo disse...

Belo texto, porém na perspectiva de um estudante. Viçosa é muito boa sim, más deixa a desejar em muitas coisas!!!

~Saah disse...

Afffff só crítica quem não passou por tudo isso,chorando litros viçosa peterva

~Saah disse...

Perereca

~Saah disse...

Perfeito

~Saah disse...

Perereca

Régia disse...

No início foi bem difícil, eu realmente não gostava... Mas, aos poucos fui me acostumando e gostando demais.
Tudo tem seu tempo e sua hora, foi importante estudar na Ufv, excelente instituição e, também foi fantástico ajudar e receber ajuda dos colegas.
Ainda mantenho como amigos mesmo algumas pessoas que conheci por lá, inclusive, gente que conheci em outra cidade mas que nos aproximamos mais quando soubemos que estudamos lá, ainda que em períodos diferentes rs era comum em meu mestrado na unicamp encontrar alguém com camisa da Ufv e gritarmos "oh viçosa " e trocar um ar de cumplicidade...
Mas acho que há sim um exagero de alguns ex-alunos que não querem amadurecer e vivem do passado e de um saudosismo desesperado.
O texto é lindo, faz jus à essa importante etapa de nossas vidas, mas, crescer é preciso.
Tbm acho que a universidade poderia fazer mais pela cidade

José Rodrigues disse...

Será que quem idealizou a Pepa Pig passou pelas poças de lama do recanto??

José Rodrigues disse...

Será que quem idealizou a Pepa Pig passou pelas poças de lama do recanto??